Governo do Estado do Paraná lançou a ação nas redes sociais e viralizou entre os internautas

CAMPANHA CONTRA DO RACISMO DIZ: “CHEGA DE FINGIR QUE É NORMAL” FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ

Por mais que se diga o contrário, RACISMO EXISTE SIM E ACONTECE O TEMPO TODO – muitas pessoas, inclusive, nem se dão conta de que o praticam, devido à maneira com a qual foi construído e permanece sendo reforçado na sociedade. Prova disso pode ser vista no impactante vídeo produzido pelo governo do Estado do Paraná, em parceria com a Assessoria Especial da Juventude e o Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial.

 

Nele, é mostrado um EXPERIMENTO COM PROFISSIONAIS DE RH, a fim de constatar o chamado “RACISMO INSTITUCIONAL” – manifestado quando as organizações públicas ou privadas atuam de forma diferenciada em relação ao candidato, por conta da sua etnia, cor ou cultura, privando-o de oportunidades profissionais e sociais.

Material de mídia impressa que mostra como o racismo está inserido nos pré-julgamentos das pessoas FOTO: Divulgação/Governo do Estado do Paraná

MATERIAL DE MÍDIA IMPRESSA QUE MOSTRA COMO O RACISMO ESTÁ INSERIDO NOS PRÉ-JULGAMENTOS DAS PESSOAS FOTO: DIVULGAÇÃO/GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ

Nas imagens (gravadas com câmeras escondidas), um mediador apresenta, para dois grupos diferentes, FOTOS DE INDIVÍDUOS BRANCOS E NEGROS EXATAMENTE NA MESMA SITUAÇÃO, e pede a opinião de cada participante sobre o que elas representam. Como resultado, recebe REAÇÕES QUE COLOCAM O NEGRO EM POSIÇÃO INFERIOR AO BRANCO, muitas vezes, de modo pejorativo.

Segundo estatísticas do IBGE, 82,6% da população negra afirma que a COR DA PELE INFLUENCIA NAS CHANCES DE TRABALHO. Além disso, negros ganham 36% menos que os brancos, ocupam somente 18% dos cargos de liderança e constituem 60,6% dos desempregados.

Negros são colocados em posição inferior, por mais que estejam na mesma situação que brancos FOTO: Divulgação/Governo do Estado do Paraná

NEGROS SÃO COLOCADOS EM POSIÇÃO INFERIOR, POR MAIS QUE ESTEJAM NA MESMA SITUAÇÃO QUE BRANCOS FOTO: DIVULGAÇÃO/GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ

A ação, lançada na quinta-feira (17), viralizou nas redes em pouco tempo e já contabiliza mais de 8 milhões de visualizações. Ela faz parte de uma campanha maior, que ainda traz materiais de mídia impressa e um site, o contraracismo.pr.gov.br, com informações sobre o assunto. Assista a produção na íntegra e repense você também as próprias atitudes e os (pré)julgamentos: