Você provavelmente já ouviu que o café da manhã é a refeição mais importante do dia, e, ao menos para quem quer emagrecer, a Ciência acredita que a máxima é verdadeira. No entanto, talvez seja a hora de esquecer todos os outros conselhos de dieta: de acordo com um novo estudo, quem consome a maior parte das calorias logo pela manhã e evita os lanchinhos de três em três horas é mais magro.

 

Pesquisadores da Loma Linda University School of Public Health, nos EUA, analisaram os dados de 50.660 participantes acima dos 30 anos. Seus hábitos e ganho de peso foram monitorados por cerca de sete anos,  e mostraram quatro fatores relacionados com a redução do índice de massa corporal (IMC): comer apenas uma ou duas refeições por dia, manter o jejum da noite por cerca de 18 horas (pular o jantar e ir dormir), não pular o café da manhã e fazer com que ele seja a refeição mais completa e calórica do dia.

As pessoas que mantinham estes hábitos – principalmente os de tomar um grande café da manhã e não fazer lanchinhos de três em três horas – tiveram a redução mais significativa no peso e no IMC do que aqueles que transformaram o almoço na refeição mais importante do dia.

De acordo com os cientistas, o processo de digerir grandes quantidades de comida consumidas de uma única vez queima um número significativo de calorias, reduzindo o potencial de ganho de peso. Por isso, os resultados, que foram publicados no Journal of Nutrition, mostraram que é mais fácil ser magro se você consome duas mil calorias de uma única vez do que espalhadas em várias refeições ao longo do dia – já que, no último caso, você tende a guardar muito mais destas calorias.