Conversa de Mãe

A MAIORIA DAS MÃES SE SENTE JULGADA PELA MANEIRA COMO CRIA OS FILHOS

Você já se sentiu julgada pela maneira como cria os seus filhos? Pois saiba que, infelizmente, esse ainda é um problema que afeta muitas famílias: de acordo com um novo estudo, a maioria das mães sofre pressões e críticas, e os parentes próximos são os que mais apontam o dedo.

 

A pesquisa, realizada pela University of Michigan, nos EUA, ouviu 475 mulheres com pelo menos uma criança de até cinco anos. Dentre as entrevistadas, 65% disseram ser criticadas com frequência – e 37% dos julgadores são seus próprios pais, seguidos pelos parceiros (36%) e pelos sogros (31%). E não para por aí: 14% ainda sentem a pressão vinda de amigos, e 12% de outras mulheres, mães ou não.

Parceiros estão entre os que mais julgam. 

O maior motivo para ansiedade – e fonte de opiniões externas – é a maneira como disciplinam os filhos. Na sequência estão a alimentação da criança (52%), os hábitos de dormir (46%) e a escolha de amamentar ou oferecer a mamadeira (39%). Disfarçadas de conselhos e opiniões, essas críticas fazem com que as mães se sintam julgadas e até envergonhadas por suas escolhas.

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar