Carreira & Finanças

Alegria sem preço! Como se organizar com pouco dinheiro para as festas de fim de ano

Consultora financeira mostra como é possível ter um Natal e Ano Novo sem pesar no bolso

Com a crise, 2016 foi um ano delicado financeiramente, mas mesmo com os cintos apertados, dá sim para comemorar seu Natal e Ano Novo de um jeito bem bacana gastando pouco. Com as dicas que vem por aí, você vai perceber que mesmo no vermelho, dá para ter festas bem brilhantes!

Para começar, é importante se dar conta que “tendo muito ou pouco, O MAIS IMPORTANTE É TRAÇAR UM PLANEJAMENTO DO QUE DESEJA FAZER EXATAMENTE E VALORIZAR O DINHEIRO QUE VOCÊ TEM EM MÃOS, pois ele gosta de ser bem tratado e respeitado e fazendo assim, ele rende muito mais”, afirma EVANILDA ROCHA, CONSULTORA FINANCEIRA DO SITE Dinheiro Inteligente.

Quando não se tem muito dinheiro disponível, o melhor é tomar algumas providências práticas:

Reúna os amigos e a família para organizar a festa e falar sobre despesas, mas sem pesar a vibe. Só alegria! Foto: jacoblund/istock

REÚNA OS AMIGOS E A FAMÍLIA PARA ORGANIZAR A FESTA E FALAR SOBRE DESPESAS, MAS SEM PESAR A VIBE. SÓ ALEGRIA! FOTO: JACOBLUND/ISTOCK

ORGANIZE A FESTA COM TODO MUNDO

Reúna os familiares e/ou os amigos, “e REALIZE UMA FESTA EM CONJUNTO. Vale tanto para Natal quanto para o Ano Novo”, diz. Desse modo, você consegue distribuir as despesas, e pela proximidade consegue até FALAR ABERTAMENTE SOBRE VALORES DE PRESENTES (em alguns casos até avisar que não é todo mundo que vai ganhar).

SEJA FRANCA! DEIXE CLARO QUE TODO MUNDO TEM QUE COLABORAR

Cada pessoa pode e deve contribuir, por exemplo, levando um prato (entrada, assado, sobremesa, panetone, etc.), ou com uma quantia em dinheiro. “UMA PESSOA RECOLHE O DINHEIRO E FAZ AS COMPRAS TODAS. Tudo isso varia de família para família ou grupo de amigos. Vale a pena se reunir E VER O QUE SERÁ MAIS INTERESSANTE PARA TODOS”, recomenda a profissional.

Foto: shironosov/istock

NA HORA DE COMPRAR OS PRESENTES, PRIORIZE OS PEQUENOS. ELES ACREDITAM NA MAGIA DO NATAL! FOTO: SHIRONOSOV/ISTOCK

NOS PRESENTES, PRIORIZE AS CRIANÇAS

A consultora financeira sugere que você “faça um esforço para presentear as crianças. Muitas delas ainda acreditam no Papai Noel, acreditam que ele lembrará delas e trará um presentinho”. E ela já engata uma dica: “seja esperta e faça as compras o quanto antes. Quanto mais perto for ficando o Natal, mais altos ficam os preços. PARA COMPRAR BEM, FAÇA A LISTA DE PRESENTES, ESTABELEÇA UM TETO PARA AS COMPRAS E PESQUISE BASTANTE. Vá aos locais que concentram as lojas populares, lá certamente você encontrará bons preços”. Quando aos adultos, “presenteie as pessoas que realmente te deram ‘aquela força’ durante o ano”.

SE EMPOLGUE, MAS NÃO EXAGERE

O clima é de festa, de amor, de renovação, e toda essa euforia é super bem-vinda, mas não pode passar do ponto para você acabar exagerando nos gastos. “Já que elas são duas (Natal e Ano Novo), e estão bem próximas, o mais importante é celebrar em boa companhia, confraternizar e brindar ao novo ano que está chegando. E lembre-se: 2017 CHEGA COM MUITOS COMPROMISSOS A PAGAR, como IPVA, IPTU, material escolar, etc. PORTANTO, UMA OLHO NAS FESTAS E OUTRO NO ORÇAMENTO. A palavra chave é PLANEJAMENTO”, lembra a expert.

 

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar