Carreira & Finanças

Coach profissional revela o que você precisa para conquistar um emprego em 2017

Ao contrário do que muita gente pensa, trabalhar o emocional é mais importante que um super currículo

A busca continua, e dicas para conseguir um emprego vêm em boa hora tanto para quem está com todo o gás, quanto para quem está meio desanimada. Indo na contramão do estímulo à superqualificação profissional, o foco aqui é trabalhar outro lado: “o da inteligência emocional. O mercado contrata por currículo e manda embora por atitude. As pessoas bem sucedidas nem sempre tiveram aquele currículo acima da média, no entanto, têm desenvolvimentos comportamentais e atitudes que fazem todo sentido para o mercado de trabalho”, explica GISELE GENGO, MASTER COACH da SBCoaching, que trabalha junto ao INSTITUTO PROA, uma ONG que seleciona e promove a inclusão de jovens no mercado de trabalho com plano de carreira.

A profissional elaborou as dicas, pensando em quem está nessa luta. O que você precisa?

AUTOCONHECIMENTO

É até compreensível um estado de confusão por conta da situação, mas para ir adiante, não dá para estar perdida. “Se quer conquistar um emprego, o ideal é saber o que tem de melhor em você e no seu currículo. Quais são suas forças de comportamento? Quem se conhece muito bem, passa a conhecer melhor também os outros. Assim, é mais fácil compreender quais empresas e funções se enquadram na pessoa que você é, e como você pode agregar valor dentro do que tem de melhor ao local que quer trabalhar”, esclarece Gisele.

Zastavkin/istock

USE SEU AUTOCONHECIMENTO PARA TRABALHAR SUA AUTOCONSCIÊNCIA, OU SEJA, A CAPACIDADE DE TRABALHAR SUA MENTE PARA DEFINIR E ALCANÇAR SEU OBJETIVO. ZASTAVKIN/ISTOCK

AUTOCONSCIÊNCIA

Quem se conhece sabe onde quer chegar, ou pelo menos, tende a definir isso com mais clareza. A autoconsciência é o controle da mente para ações que te permitam alcançar seu objetivo. “É ter o estado emocional adequado para o controle de pensamentos, sentimentos, comportamentos. Foque em pensamentos positivos para ter ações positivas, tenha posturas física e emocional voltadas para o seu propósito de conquistar aquele emprego. E mais: não pense só em conseguir a vaga em si, mas no que essa conquista vai trazer para sua vida como um todo”, orienta Gengo.

EMPATIA

É a capacidade de se colocar no lugar do outro. O DaquiDali já deu maiores detalhes sobre como desenvolvê-la, aqui! Segundo a profissional, “em uma entrevista de emprego, por exemplo, existem no mínimo três papeis para atender: o primeiro é o do empresário, que quer resultados com a sua função, então estude a empresa para saber o que ela espera do mercado. O segundo é papel do entrevistador. Coloque-se no lugar dele para compreender o que ele precisa para preencher a vaga, e o que vai fazer dele um bom profissional por ter te escolhido. O terceiro é o seu papel: porque é importante para você trabalhar nessa empresa? Alinhe seu propósito com o dela para ter a confiança de que está no lugar certo”. Além disso, ser empática te dá uma sensibilidade que pode vir a ser muito útil na hora de fazer ou reforçar o networking.

monkeybusinessimages/istock

A INTELIGÊNCIA SOCIAL É UMA HABILIDADE QUE TE FAZ ACHAR OPORTUNIDADES DE FALAR COM QUEM POSSA TE AJUDAR ATÉ NOS MOMENTOS MAIS DESCONTRAÍDOS. MONKEYBUSINESSIMAGES/ISTOCK

INTELIGÊNCIA SOCIAL

É a compilação dos pilares acima. “A inteligência social é formada pelo bom uso do meu autoconhecimento, minha autoconsciência e minha automotivação para desenvolver autocontrole, empatia, e me relacionar bem com todas as pessoas. Em uma entrevista, ou prestes a fazer uma, lembre-se que o modo como você se relaciona será analisado: se é proativa, se tem espírito de liderança, ou se será uma peça a ser comandada. Isso é muito comum em dinâmicas”, afirma a especialista.

Ela ainda enfatiza que quando se tem tudo isso desenvolvido, você consegue se colocar mais facilmente em contato com quem possa te promover oportunidades. “Assim você desperta o interesse tanto dos que podem te contratar quanto dos que possam fazer a ponte para isso. A inteligência social te dá forças para ir atrás do máximo de oportunidades possíveis, entre elas, pessoas, redes sociais, conexões pessoais, cursos e palestras que muitas vezes são gratuitas e te expõe a um público diferenciado. Identifique os meios que tem a seu favor para gerar chances que te possibilitem chegar ao lugar desejado, um novo trabalho”.

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar