Beleza

Cor do verão! Saiba usar os diferentes tipos de bronzeamento artificial

Bronzeadores a jato, em creme ou em cápsulas são considerados seguros para a sua pele

Verão é tempo de pele bronzeada, mas ficar horas no sol nem sempre é viável e pode, inclusive, representar um risco para a sua saúde. Se você está no time das mulheres que não abrem mão do dourado da estação, os produtos que imitam o efeito podem ser grandes aliados. Saiba como usar e garantir uma cor uniforme e com aspecto natural.

BRONZEAMENTO A JATO 

Depois que as câmaras de bronzeamento artificial foram banidas, o bronzeamento a jato ganhou grande popularidade, e é mesmo considerado uma boa pedida. “Ele é seguro. O responsável pelo efeito bronzeado de todos os autobronzeadores é a DIHIDROXIACETONA, UM AÇÚCAR QUE REAGE COM A QUERATINA DA PELE, produzindo uma substância de cor acastanhada, a melanoidina. Esta ação é totalmente superficial, só colore a camada mais externa da pele, a camada córnea, ou seja, não faz mal nenhum à pele”, explica a dermatologista MICHELE HAIKAL.

A técnica, realizada em locais especializados, leva cerca de 20 minutos para aplicação do produto e mais 10 de espera para secagem. O resultado permanece por cerca de 10 dias.

AUTOBRONZEADORES 

Cremes devem ser aplicados de maneira uniforme em todo o corpo. Foto: simarik/iStock

Uma outra opção é fazer uso dos autobronzeadores em casa, que garantem uma cor bonita, contanto que exista cuidado na hora da aplicação. “VOCÊ PODE USAR UMA VEZ A CADA 10 DIAS, EM MÉDIA. A aplicação deve ser feita com luvas, e depois deve ser passado também no dorso das mãos para não ficar artificial. ELE PRECISA SER APLICADO DE MANEIRA UNIFORME, E ONDE FICAR MAIS PRODUTO FICARÁ MAIS BRONZEADO. Se for passar uma camada grossa para deixar mais escuro, essa camada grossa deve ser em todo o corpo”, indica.

As manchas podem surgir quando você não espalha o produto corretamente, então tenha cuidado: “O que dá um aspecto de mancha é passar sem dar continuidade. Onde você vai parar com o produto é preciso fazer um esvaecimento final, e o excesso deve ser retirado com uma toalha. Ele NÃO DEVE SER UTILIZADO NO ROSTO, porque o corpo multiplica suas células mais lentamente que a face, e ela tende a desbotar muito mais rápido. É melhor usar um protetor solar com base um tom acima, dando um aspecto bronzeado na região”.

BRONZEADO EM CÁPSULAS

Prefere mesmo o bronzeado de sol? As cápsulas de bronzeamento, que devem ser indicadas por um dermatologista, ajudam a conseguir a cor de maneira mais rápida e segura. “Elas atuam ajudando no processo de bronzeamento normal a partir do sol. Mas usamos geralmente antioxidantes protetores do DNA celular junto, que são os protetores orais. Sendo assim, HAVERÁ FORMAÇÃO INCLUSIVE DA VITAMINA D, ALÉM DE BRONZEADO. O uso pode ser contínuo, ou  um mês antes da exposição solar, durante o tempo de exposição, e um mês depois”, conta.

ANTES DE SE BRONZEAR

Esfoliação é indispensável antes do bronzeamento. Foto: shironosov/iStock

Para qualquer técnica de bronzeamento é preciso seguir alguns cuidados básicos, como a limpeza adequada da pele e a esfoliação, que garantirá um dourado uniforme. “A ESFOLIAÇÃO É FEITA NO BANHO COM UM SABONETE LÍQUIDO ESFOLIANTE (que tenha por exemplo, semente de damasco junto), antes de fazer o bronzeamento artificial. Basta fazer movimentos circulares na hora de espalhar o sabonete esfoliante e logo depois enxaguar o corpo”, aconselha.

Além da pele limpa  e seca, tenha cautela com a depilação, que não costuma combinar com bronzeamento: “Há sempre uma certa esfoliação ao se depilar, que pode levar a um efeito mais escuro nos locais. O MELHOR É FAZER PELO MENOS UMA SEMANA ANTES DE SE BRONZEAR”.

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar