Amor e Sexo

Da Ciência: cinco benefícios do beijo que você provavelmente não conhecia

Carinho vai da limpeza dos dentes ao reforço do sistema imunológico

Você sabia que um bom beijo vai muito além da sensação de prazer e conexão com a outra pessoa? Já que Carnaval e esse carinho tem tudo a ver, descubra os benefícios que vão além do óbvio e que fazem dele um verdadeiro aliado da sua saúde e bem-estar.

É BOM PARA OS DENTES

De acordo com o explicado pelo médico HEIDI HAUSAUER ao site “DAILYMAIL”, beijar aumenta a circulação de saliva, que mantém a boca, os dentes e gengivas saudáveis por remover as partículas de comida que ficam acumuladas, além das bactérias responsáveis pelas placas.

MELHORA O SISTEMA IMUNOLÓGICO

A boca tem cerca de 700 tipos distintos de bactérias, então ao beijar existe uma troca delas. Pode não parecer lá muito agradável, mas, segundo um estudo holandês de 2014, essa troca (que pode ser de 80 milhões de bactérias a cada 10 segundos) FAZ BEM PARA A SAÚDE E MELHORA O SISTEMA IMUNOLÓGICO. Indo além, ficou claro que casais que estão em relacionamentos em longo prazo possuem microrganismos similares, ou seja, estão preparados para lidar com infecções e alimentos similares.

REDUZ A ANSIEDADE

Beijar reduz o estresse e a ansiedade. Foto: fotyma/iStock

BEIJAR REDUZ O ESTRESSE E A ANSIEDADE. FOTO: FOTYMA/ISTOCK

Outro estudo, conduzido por uma equipe da BROWN UNIVERSITY, revelou que beijar é ótimo para reduzir a atuação do cortisol – o hormônio do estresse – e aumentar a serotonina, responsável por manter o humor balanceado, com benefícios bem similares ao da meditação.

DIMINUI REAÇÕES ALÉRGICAS

Em 2006, um estudo conduzido pelo ganhador do prêmio Nobel, o doutor HAJIME KIMATA, percebeu que 30 minutos de beijo pode reduzir os efeitos de reações alérgicas. 24 pacientes com dois tipos de alergias (eczema tópica leve e rinite alérgica média) foram examinados antes e depois de ter o contato com seus parceiros enquanto escutavam uma música suave (mais especificamente, “MY HEARTH WILL GO ON”, da cantora CELINE DION) para criar um clima de romance. O resultado? Uma redução na produção de IgE, uma imunoglobulina que é a reação natural do corpo para combater um alergênico.

REDUZ A PRESSÃO SANGUÍNEA

Em entrevista à “Glamour” americana, o doutor RYAN NEINSTEIN explicou que ao beijar o sangue vai em direção ao rosto e não ao resto do corpo, então a demanda do coração reduz, resultando em uma diminuição da pressão.

 

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar