Arte & Cultura

Danielle Clough faz incríveis e delicados bordados em raquetes e cercas

 

 

Às vezes grandes ideias nascem de momentos despretensiosos e de relaxamento. Foi isso que aconteceu com Danielle Clough, artista sul-africana que começou a bordar por acaso, apenas para ilustrar um de seus desenhos, e acabou se destacando exatamente por esse tipo de trabalho.

 

Danielle tem um currículo extenso: é diretora de arte, designer, fotógrafa e até Dj. A junção dessas atividades de tanta criatividade deu origem a seus bordados que podem ser vistos nos tradicionais bastidores, mas são feitos sobre raquetes vintage de tênis e badminton e até em cercas pelas ruas.

 

Para produzir retratos, flores, animais e até emojis cheios de luzes, sombras e cores, ela conta que começa fotografando aquilo que quer bordar. Às vezes, para ter uma ideia das cores que vai utilizar, pinta sobre a foto. Na sequência, Clough escolhe o tipo de linha que vai utilizar – de lã a fios próprios para bordar – e parte para o trabalho final.

 

Muito delicado, não? Para acompanhar mais de suas obras, é só entrar em seu perfil no Instagram.

 

 

 

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar