Amor e Sexo

Depressão pós-sexo atinge quase metade das mulheres, revela estudo

Pesquisadores, agora, querem entrevistar cada uma das participantes que experimentaram os sintomas depressivos

Se depois do sexo você se sentiu angustiada, ansiosa, com uma sensação de tristeza, saiba que não está sozinha. Um estudo realizado na Austrália mostra que quase metade das mulheres ficam deprimidas após uma relação sexual. É a chamada “post-coital dysphoria” (PCD), em tradução literal “disforia pós-coito”.

ROBERT SCHWEITZER, do Instituto de Tecnologia de Queensland e líder do estudo, afirma que as descobertas são a confirmação de uma pesquisa anterior sobre as correlações do funcionamento sexual feminino e efeitos negativos de emoções pós-coito, que parece ter funções evolutivas.

A equipe de Schweitzer pediu para que 230 estudantes universitárias respondessem um questionário online sobre os sintomas da PCD. QUARENTA E SEIS POR CENTO das participantes admitiram ter sentido sinais de depressão após uma relação sexual. Já5,1% afirmaram que isso aconteceu nas quatro semanas que antecederam as perguntas. O estudo anterior, feito em 2012, apontava que 32,9% teriam experimentado os sinais de PCD depois de uma relação íntima.

“Queremos ter uma melhor compreensão da experiência feminina após o sexo consensual. O estudo vai ajudar as mulheres que experienciaram os PCD a perceber que não estão sozinha. Uma vez que nós entendemos o fato conseguimos começar a pensar nos papéis das clínicas que a apoiam as pessoas a entender e a tratar questões que as preocupam”, conta Schweitzer.

Os próximos passos da pesquisa é entrevistar de forma confidencial essas mulheres com PCD.

 

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar