Amor e Sexo

Descubra os hábitos que podem fazer com que a relação sexual esfrie

Atitudes como abandonar os beijos, manter sempre a mesma rotina na cama e não conversar podem colaborar negativamente

Com o passar do tempo é muito comum que o relacionamento acabe caindo na rotina, e que a atividade sexual – antes quente e cheia de novidades – termine por esfriar. Mas, afinal, o que leva a isso? Vamos te conta quais são os hábitos que podem fazer com que a vida entre quatro paredes perca o brilho, e como fugir de uma vez por todas dessa situação.

ROTINA SEXUAL

Não é apenas a convivência que pode cair na mesmice, o sexo também corre o risco de parecer sempre igual e perder aquela sensação tão prazerosa da novidade. “NÃO TEM NADA QUE ATRAPALHE MAIS DO QUE A ROTINA SEXUAL, FAZER TODA VEZ A MESMA COISA. Os dois já vão para a cama sabendo quanto tempo ela vai durar, a posição que vão usar, e isso é muito desestimulante. É SEMPRE VÁLIDO INOVAR, E NÃO PRECISA SER NADA EXTRAORDINÁRIO, às vezes um gel diferente, uma lingerie nova, variar o local ou mesmo investir em uma mensagem mais picante enviada ao parceiro ao longo do dia já te tiram desse modo automático. Quando você traz pequenas alterações isso dá um novo sabor e dificilmente a rotina volta a se instalar”, explica a sexóloga CÁTIA DAMASCENO, especialista em uroginecologia e sexualidade feminina.

DEIXAR DE BEIJAR

Beijo funciona como termômetro e deve fazer parte da vida do casal. Foto: trebuchet/iStock

BEIJO FUNCIONA COMO TERMÔMETRO E DEVE FAZER PARTE DA VIDA DO CASAL. FOTO: TREBUCHET/ISTOCK

Você nota que os beijos são cada vez menos frequentes, ou cada vez mais mornos? Então é hora de recuperar aquele hábito que vocês tinham lá no início: “O BEIJO É O TERMÔMETRO DA RELAÇÃO, enquanto ele existe está ótimo, mas se acabar e virar só selinho já é um indicio de que esse relacionamento não está indo muito bem. Ele é instigante e é uma grande preliminar, e você pode e deve substituir aquele estalinho de oi por ele. SE PERCEBEU QUE ISSO JÁ ACONTECEU PRECISA TREINAR, É VOLTAR A BEIJAR SEM MEDO. E não é só na hora de ir para o sexo, como muitos fazem, ele deve ser em qualquer situação e sem a obrigação de ir para a cama naquele momento”.

EXCESSO DE “INTIMIDADE”

É claro que a intimidade é indispensável na vida a dois, o problema, de acordo com a especialista, está na confusão dela com privacidade. “Perder a intimidade, no sentido de NÃO TER PRIVACIDADE NAS SUAS NECESSIDADES BÁSICAS E INDIVIDUAIS, É UM ERRO GRANDE. É extremamente desestimulante quando vocês param de colocar limites para situações como ir ao banheiro, por exemplo. Algumas coisas são do individuo e devem permanecer dessa forma para que não se perca a sensualidade e se banalize demais”, completa.

FALTA DE INTERESSE PELA VIDA DO OUTRO

Conversar, se divertir e ter interesse na vida do outro também afeta o sexo. Foto: Ingram Publishing/iStock

CONVERSAR, SE DIVERTIR E TER INTERESSE NA VIDA DO OUTRO TAMBÉM AFETA O SEXO. FOTO: INGRAM PUBLISHING/ISTOCK

Quem não gosta de uma boa conversa com o parceiro? Mesmo que pareça algo muito distante do sexo, demonstrar que se importa e trocar experiências pode sim afetar a maneira como vocês se comportam na cama. “MANTER O DIÁLOGO E O INTERESSE PELOS DETALHES DO COTIDIANO DO OUTRO INTERFERE MUITO NA VIDA SEXUAL, especialmente para a mulher. O sexo é praticado o dia todo, do bom dia à hora de ir se deitar. Se importar e ter o hábito de conversar com o outro é muito importante, porque se você não tem interesse de conviver, quem dirá de fazer sexo”, alerta.

ABANDONAR AS PRELIMINARES

Nada mais normal do que acabar pulando as preliminares caprichadas e ir logo para hora “H” de vez em quando, mas muito cuidado para que isso não se torne um hábito:  “Preliminar não precisa necessariamente ser na hora do sexo, faltando minutos para o ato final. É aquilo que você faz antes, desde mandar um conto ou mensagem erótica à tarde, até de fato começar a relação sexual. Mulheres, principalmente, precisam muito preparar a mente e trabalhar a excitação para que aconteça de maneira bacana. Quando vocês não dedicam tempo a se tocarem e trabalhar essa sensualidade, O SEXO FICA MENOS PRAZEROSO E ISSO PODE LEVAR OS DOIS A PERDEREM UM POUCO O INTERESSE em ter relações”.

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar