Beleza

Dúvidas sobre depilação: 10 mitos e verdades sobre raspar os pelos com lâmina

Como você costuma se depilar? Se a boa e velha lâmina é a sua opção para deixar a pele lisinha, tire todas as suas dúvidas sobre esse método agora

Dados da Gillette indicam que a lâmina é considerada uma opção prática e barata para mais da metade das brasileiras (62%), principalmente na hora de depilar as axilas, meia pena e virilha. Apesar disso, ainda há aquelas preferem fazer depilação com outros métodos, como cera ou cremes, porque sentem receio de raspar os pelos depois das histórias que já escutaram por aí.

Infelizmente, ainda é comum que assuntos sobre o corpo da mulher, como a  menstruação  e a depilação , por exemplo, sejam cercados de mitos e verdades. As dúvidas acabam surgindo porque, geralmente, essas crenças e recomendações acabam sendo passadas de familiares ou amigas, e não são muito discutidas além disso.

Por isso e para tirar essas histórias a limpo e saber o que é real e o que foi inventado  sobre depilar os pelos com lâmina, o Delas conversou com o time de Pesquisa e Desenvolvimento de Gillette Venus. Confira o que os especialistas nos responderam abaixo:

1. A lâmina faz os pelos crescerem mais grossos e escuros.

Mito. De acordo com os cientistas de Gillette, se depilar com lâmina não altera o tamanho e cor dos pelos ou influencia seu crescimento. “O processo apenas muda como o pelo é percebido ao toque, pois o formato da ponta em crescimento foi alterado. Se o pelo não for removido e crescer totalmente, voltará a ser macio como no estado inicial”, explicam.

2. A pele coça e fica mais escura depois de depilar.

Mito. Na verdade a lâmina não vai causar a mancha na pele ou a coceira, mas podem ser de complicações do seu uso inadequado. A irritação, vermelhidão e a foliculite, por exemplo, podem evoluir com uma mancha escura no local e é fundamental usar protetor solar sempre após raspar os pelos para evitar essas manchas.

Também existem casos de pessoas que apresentam alergia às lâminas. Nestes casos, o melhor a fazer é evitar depilar os pelos assim e procurar outras alternativas.

3. Posso usar a mesma lâmina por um mês.

Depende da região a ser depilada. O time de especialistas Gillete explica que é importante entender que as mulheres têm uma área muito maior do corpo para depilar e, portanto, as lâminas que elas usam desgastam mais rapido do que uma lâmina utilizada por homens.

Então, a troca deve ocorrer sempre quando a fita de lubrificação ou barra em gel se esgotar ou você perceber que a lâmina está corroída e com o corte prejudicado.

4. O certo é depilar no sentido oposto ao do crescimento dos pelos.

Mito. “O recomendável é depilar na direção que for mais confortável para você. Passar o aparelho na direção contrária aos pelos, na verdade, pode garantir uma depilação mais rente. É importante escolher o aparelho de depilação adequado”, dizem os cientistas.

Segundo os especialistas, a indicação é se depilar sempre com lâminas novas, já que são elas que vão proporcionar uma depilação mais rente, suave e confortável e evitarão cortes e irritações na pele. Assim, o aparelho deve ser deslizado na direção que for mais confortável, mas matendo um toque suave e exercendo uma pressão de leve, sem colocar força.

5. Não é preciso preparar a pele antes de se depilar com lâmina.

Mito. O ideal é preparar a pele antes de se depilar usando gel hidratante, que ajuda a manter a umidade dos pelos e garante que a lâmina deslize com facilidade. Há até mesmo mulheres que usam azeite de oliva ou condicionador para deixar o processo mais fácil.

O que não é indicado pelos profissionais é o uso de sabonete para preparar a pele antes de raspar os pelos, porque além de causar ressecamento e descamação da pele, ele pode obstruir o aparelho durante o processo de remoção dos pelos.

Já depois de depilar as partes do corpo como pernas e axilas, por exemplo, é importante lavá-las para remover os óleos naturais da pele, o hidratante e os resíduos de transpiração.

6. A lâmina pode ser guardada dentro do banheiro.

Depende. O ideal é sempre armazenar o aparelho de depilação nas áreas secas do banheiro — as partes úmidas podem fazer com que a lâmina acumule bactérias e fungos e prejudicar a sua pele na próxima vez que você for se depilar.

Outra questão importante é manter em um local separado para que outras pessoas, sejam elas familiares, parceiros ou amigos, não usem a sua lâmina. Além de não ser nada higiênico compartilhar o aparelho, existem uma série de doenças que podem ser transmitidas pelo contato com o sangue caso você acabe se cortando enquanto raspa os pelos.

7. Posso depilar todas as partes do corpo com lâmina.

Verdade. Os cientistas de Gillete afirmam que os aparelhos quem tem fita lubrificante possibilitam que o aparelho seja movimentado de forma suave pelo corpo inteiro, facilitando a depilação de forma que o método seja prático e indolor.

“A escolha desse método não depende da frequência com que a mulher se depila, mas, sim, de sua praticidade e agilidade, além de ser indolor, possuir valor acessível e permitir a possibilidade de remover os pelos durante o banho e facilidade de levar o item na bolsa e até mesmo em malas de viagens”, comentam.

8. O ideal é se depilar durante o banho

Verdade. O ideal é começar a se depilar enquanto você estiver tomando banho no chuveiro ou na banheira porque, de acordo com os especialistas, a água morna hidrata os pelos e faz com que seja mais fácil removê-los.

“Após três minutos de banho, os pelos já estão suficientemente hidratados e se expandem, tornando esse método de remover os pelos com lâmina mais fácil em 60%. Mas, como mencionado anteriormente e diferente do que se pensa, sabonete e água não são as melhores opções para uma depilação mais rente e suave”, explicam.

9. Posso passar a lâmina mais de uma vez no mesmo lugar

Verdade. Repetir o movimento com a lâmina mais de uma vez é indicado principalmente se seu objetivo é conseguir uma depilação mais rente.

“No caso das axilas, em que os pelos crescem em direções diferentes, o recomendado é depilar-se nas três direções – para cima, para baixo e para os lados. O mesmo vale para as outras áreas do corpo, inclusive nas regiões mais difíceis, como a parte posterior dos joelhos e as coxas”, diz o time da marca.

Além disso, não é preciso se preocupar se o uso da lâmina vai prejudicar ou remover o tom da pele se você optar por raspar os pelos . Na verdade, se depilar com lâmina pode realçar a cor adquirida no sol, eliminando a descamação que oculta o brilho da pele

10. Se depilar com lâmina não é um método tão eficiente

Depende. Como o método com lâmina não remove a raiz do pelo, é fato que eles vão crescer mais rápido do que remover com cera, por exemplo. Porém é fácil de ser feito e pode ser usado no corpo todo em uma questão de minutos.

“Realizar a depilação em casa, utilizando a lâmina, oferece uma série de vantagens na rotina feminina. Além de ser um processo prático e rápido, já que não é preciso agendar um horário no salão ou esperar os pelos ficarem mais compridos para eliminá-los. Além disso, o processo não causa dor e é realizado, na maioria das vezes, durante o banho. A lâmina também é considerada um dos métodos mais econômicos de se depilar”, afirmam os cientistas.

Outra questão é que se depilar com a lâmina tende a deixar a pele muito macia e ajuda na renovação de células. Isso acontece porque a passada do aparelho ajuda a promover uma esfoliação natural, removendo a camada superior de células mortas da pele.

Como escolher o melhor método de depilação para você?

Você não é obrigada a fazer depilação com lâmina! Há outras formas de remover os pelos, é só escolher o melhor para você
shutterstock

Você não é obrigada a fazer depilação com lâmina! Há outras formas de remover os pelos, é só escolher o melhor para você

Apesar de ser prática e não causar dor, a lâmina não é o único método para ter as pernas lisinhas e, claro, a escolha ds forma de se depilar mais recomendado para você está ligada ao gosto pessoal, assim como também envolve seu tipo de pele e qual parte vai depilar.

Assim, se a pele for seca, oleosa ou normal e se é uma área sensível, como axila, buço e virilha, ou não, pode influenciar no produto que vai ser utilizado. Outra questão é que algumas mulheres podem ficar com bolinhas ou alergia devido ao uso das lâminas e, nesse caso, é recomendado escolher outro método.

Além da depilação com lâmina, existem diversas  opções de ceras diferentes disponíveis em salões de beleza, cremes depilatórios em farmácias e mercados e até mesmo uma alternativa mais cara e que precisa ser feito por especialistas, que é o laser. No fim das contas, o mais importante é que você se sinta confortável com a escolha.

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar