Amor e Sexo

Em biografia, Giba conta que sofreu lesão no pênis. Especialista comenta

O atleta ficou afastado dos quadros, mas público não soube da verdade

Sucesso dentro e fora das quadras, o ex-jogador e atual comentarista de vôlei GIBA, de 38 anos, lançou, nesta semana, sua biografia. O livro, escrito em parceria com o jornalista Luíz Paulo Montes, conta em detalhes a carreira vitoriosa do atleta, que foi por oito vezes medalhista de ouro na Liga Mundial, é tricampeão mundial, além de ter conquistado o ouro olímpico em 2004, em Atenas, na Grécia.

Apesar de todos os resultados impressionantes, uma das revelações feitas pelo atleta no livro pegou o público de surpresa e ganhou destaque: uma lesão sofrida em 2000, durante os jogos da Liga Mundial. Na época, foi divulgado que estava com dores nos ombros, quando, na verdade, estava com uma lesão no pênis. A fratura foi ocasionada por uma relação sexual com a esposa, e o jogador ficou afastado dos treinos e jogos. Na ocasião, a seleção brasileira terminou a competição em terceiro lugar.

Foto: Reprodução/Instagram

FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Giba relata que as dores beiravam o insuportável e que, por conta do inchaço, ele mal conseguia andar. Segundo o urologista BERNARDO LIMA, da Clínica Origen, este tipo de incidente pode sim acontecer em decorrência de alguma manobra ou ato sexual mais intenso. “A fratura de pênis é rara e não tem relação com a posição praticada no sexo. Ela ocorre quando tem algum MOVIMENTO DIFERENTE e apenas durante a ereção, quando o corpo cavernoso está rígido. “.

O especialista explica que muitos homens, ao sofrerem a lesão, escutam um pequeno ruído, que é a ruptura de um dos cilindros que o compõe. “Dependendo da gravidade, ele não consegue nem urinar”. Após a “quebra”, forma-se um grande hematoma na região, uma vez que a pele ali localizada é mais flácida.

“Geralmente, o paciente fica impressionado e procura o serviço de urgência para uma avaliação. Nela, o médico vai apontar se é preciso observação ou se existe uma necessidade cirúrgica para poder fechar o cilindro com pontos internos. CERCA DE 50% DOS CASOS PASSAM POR OPERAÇÕES“, comenta Lima. É importante procurar o especialista porque, dependendo da gravidade do caso, se não for tratado, a lesão pode deixar o homem impotente.

No caso de tratamentos conservadores, o paciente vai precisar fazer compressas de gelo, vestir roupas íntimas mais apertadas, com compressão, e usar medicamentos analgésicos. “A recuperação é de seis a oito semanas de cuidado”, fala o médico. Durante este tempo, o homem fica impedido de ter relações sexuais.

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar