Conversa de Mãe

Está difícil montar a lancheira das crianças? Trazemos aqui 10 inspirações

E lembre-se: quanto menos comidas e bebidas industrializadas, melhor.

Para as crianças, abrir a lancheira e curtir uma pequena refeição no intervalo das aulas é sempre um misto de surpresa e alegria. Já para quem prepara o cardápio diariamente… Bem, essa tarefa pode ser bastante desgastante. “As mães reclamam no consultório que falta inspiração e elas acabam mandando sempre a mesma coisa, o que leva as crianças a enjoarem de alguma fruta, suco ou sanduíche”, conta a pediatra Cláudia Guimarães.

Outra preocupação das mães, segundo a médica, é a qualidade nutricional das bebidas e dos alimentos. “Sucos de caixinha sempre causam muitas dúvidas, assim como biscoitos e salgados industrializados. Como regra, digo que é melhor evitar tudo que tiver muito açúcar, sódio e conservantes”, diz.

E como identificar isso nos produtos? Ela responde: “Tem que ler a lista de ingredientes. Os que vêm antes são os que estão em maior quantidade na receita. Se um suco, por exemplo, tem o açúcar já em segundo ou terceiro nos ingredientes, é melhor evitá-lo. E aqueles nomes complexos, de coisas que não existem na natureza, no fim da lista indicam conservantes, espessantes, acidulantes… química, enfim. Também é recomendável evitar.”

Para Sonaira Fonseca, pediatra e coordenadora médica da Central Nacional Unimed, é importante ter em mente que uma alimentação de qualidade não é sinônimo de pratos elaboradíssimos e caros. O suco de caixinha pode ser substituído por um natural (feito do zero em casa ou comprado pronto, caso falte tempo para prepará-lo) ou por água; o doce industrializado deve dar lugar às frutas e ao doce caseiro e o salgadinho, às verduras e aos sanduíches feitos em casa, com ingredientes de procedência conhecida.

Outra boa ideia é, pelo menos duas vezes por semana, ir além da ideia de petisco e incluir na lancheira alimentos que as crianças comam com facilidade, como macarrão e almôndegas. E é claro que um biscoito aqui e um bolinho pronto ali não são o fim do mundo – desde que se atente aos ingredientes, como falado acima.

Sonaira destaca que é imprescindível dar essa atenção aos alimentos dos pequenos porque “os dados mundiais sobre obesidade infantil são alarmantes. A Federação Mundial de Obesidade já estima que o número de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos acima do peso deve pular de 220 para 268 milhões em menos de uma década – e, destes, 91 milhões serão obesos”.

Com tudo isso em mente, inspire-se a seguir com 10 imagens de lancheiras saudáveis e que não dão muito trabalho para serem preparadas. Note que, usando recipientes com divisões internas e forminhas de cupcake de silicone, fica mais fácil distribuir as porções. Invista em alguns desses acessórios para organizar a lancheira por dentro. 😉

Lancheira saudável e fácil de fazer

 (AnotherLunch/Reprodução)

Lancheira saudável e fácil de fazer

 (Pinterest/Reprodução)

Lancheira saudável e fácil de fazer

 (LunchBots/Reprodução)

Lancheira saudável e fácil de fazer

 (Pinterest/Reprodução)

Lancheira saudável e fácil de fazer

 (Pinterest/Reprodução)

Lancheira saudável e fácil de fazer

 (Pinterest/Reprodução)

Lancheira saudável e fácil de fazer

 (Pinterest/Reprodução)

Lancheira saudável e fácil de fazer

 (Pinterest/Reprodução)

Lancheira saudável e fácil de fazer

 (Pinterest/Reprodução)

Lancheira saudável e fácil de fazer

 (Pinterest/Reprodução)

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar