Moda

Inspire-se nos estilos modernos e equilibrados de Júlia e Diana, de “Rock Story”

Personagens combinam referências e dão boas lições de moda

Equilíbrio é a palavra-chave para quem busca um guarda-roupa versátil e cheio de estilo, e na ficção existem duas personagens que entendem isso como ninguém: inspire-se no visual de JÚLIA (NATHALIA DILL) e DIANA (ALINNE MORAES), de “ROCK STORY”, para looks mais atuais e com muita personalidade.

Naturalidade é o ponto mais marcante do estilo de Júlia. Fotos: Divulgação/TV Globo

Leveza, despojamento e conforto são indispensáveis nas produções da bailarina, que também opta por tons mais escuros e discretos. “Ela é casual, mas tem muito do estilo natural, com PEÇAS FLUÍDAS, TECIDOS LEVES E TONS MAIS QUENTES E TERROSOS. Isso cria uma imagem que é muito funcional, porque ela tem coesão nos looks”, explica a consultora de imagem e estilo ANA VAZ.

A naturalidade, no entanto, não impede que ela mostre um toque de sensualidade, sempre bem-vindo no armário. “Ela tem uma maneira muito sutil e interessante de trazer a sensualidade, EQUILIBRANDO ESSAS REGATINHAS DE SEDA E RENDA BEM FEMININAS COM CORES MAIS CASUAIS E ATÉ MASCULINAS. É uma mistura que funciona bastante e que vale aprender com a personagem”, conta.

O que incorporar ao seu figurino? Os jeans mais soltos com cintura bem colocada – que são tendência -, os TECIDOS MOLINHOS, QUE TRAZEM FEMINILIDADE E CONFORTO TÉRMICO NO VERÃO, e as cores sóbrias e mais neutras nas suas peças de base, que ajudam a montar looks com facilidade e são bem-vindas em qualquer ocasião.

DIANA

Diana é moderna e mistura várias referências. Fotos: Divulgação/TV Globo

A produtora também sabe combinar diferentes personalidades como ninguém, com peças nas mais variadas leituras e estilos. “É uma pessoa bastante moderna, que MISTURA REFERÊNCIAS E TEXTURAS, E CASUALIDADE COM SOFISTICAÇÃO. Essa é uma ótima maneira de trazer atualidade para o guarda-roupa, além de ser bastante econômico, porque você não fica presa nas categorias que dá para as roupas. AS COORDENAÇÕES SÃO MAIS LIVRES, COM ITENS DE FESTA USADOS JUNTOS DOS MAIS CASUAIS, COMO O JEANS”, revela.

Assim como Júlia, Diana acrescenta um toque de sexy, mas de maneira bem diferente: “Além de criativa, ela é bem sensual e não dá para não levar isso em consideração. Mas É UMA SENSUALIDADE MUITO SIMPLES DE LEVAR PARA A VIDA REAL, porque tudo que é justo, decotado ou tem mais dessa leitura está misturado com muitos outros elementos, então você tem menos barreiras”.

ALÉM DESSE MIX MAIS OUSADO DE LINGUAGENS E PEÇAS, vale trazer da personagem: o jeans destroyed (outro grande hit da temporada), o BLAZER ATUALIZADO COM ESTAMPAS OU TECIDOS MODERNOS, que tiram a peça da rigidez do clássico, as camisas em tecido fluído e com transparência leve – que são sensuais sem exagero – e as regatas leves de algodão.

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar