Carreira & Finanças

Meu chefe não me inspira. Como lidar com isso?

Um dos primeiros passos é entender se o problema é realmente ele ou você

Ao escolher uma carreira, é muito comum você buscar inspirações em quem “chegou lá”. Uma dessas pessoas pode facilmente ser seu chefe, mas, e quando isso não acontece? “Essa é uma questão que aflige muita gente, principalmente a nova geração, que quer alguém que os inspire e impulsione para que possam melhorar. Esse fator determina inclusive a decisão entre continuar ou não”, afirma MAGDA DE PAULA, PSICÓLOGA E EXECUTIVE COACH, partner do IBC – Instituto Brasileiro de Coaching.

Esse desapontamento com o líder pode vir por vários fatores entre os extremos de ser rígido demais ou compreensivo demais. As dicas abaixo são adequadas a ambos os casos. Confira!

OBSERVE E TRACE UMA ANÁLISE DO AMBIENTE

Isso é muito importante, porque algumas pessoas não usam a observação e acabam por rotular superficialmente. Por que seu chefe não te inspira? É uma conclusão elaborada com base na longa convivência ou por uma situação que já te fez logo pegar birra? “Às vezes, só o encontrou em um mau momento, ou de fato aquele é o estilo dele. ENTENDA SE É APENAS COM VOCÊ OU COM TODOS, EM SITUAÇÕES DIÁRIAS OU ESPECÍFICAS”, explica Magda.

Não dá para mudar o outro, mas, de acordo com a profissional, “talvez suas atitudes estejam levando-o a agir desse jeito desmotivador. Analise ainda se o ambiente não reforça esse comportamento, se é apenas causa ou consequência, e por fim, uma dica: se isso te incomoda a nível profissional, veja como pode contribuir para melhorar o contexto. Caso leve para o lado pessoal, respire fundo. Porque a partir do momento em que se irrita, você pega esse problema para você e pode piorá-lo”.

Se você está desmotivada mas quer lutar pelo seu emprego, às vezes, um feedback sensato e positivo para o seu líder pode ajudar. Mas veja se há espaço para isso. Foto: moodboard/istock

SE VOCÊ ESTÁ DESMOTIVADA MAS QUER LUTAR PELO SEU EMPREGO, ÀS VEZES, UM FEEDBACK SENSATO E POSITIVO PARA O SEU LÍDER PODE AJUDAR. MAS VEJA SE HÁ ESPAÇO PARA ISSO. FOTO: MOODBOARD/ISTOCK

QUER FICAR NA EMPRESA? FAÇA O QUE ESTIVER AO SEU ALCANCE PARA MUDAR ESSE SENTIMENTO

Se essa pessoa não te inspira, defina qual o caminho profissional quer seguir. “Quer crescer na empresa? Qual o papel do seu chefe nisso? Se ele é a pessoa-chave, tire o melhor que puder da situação, e caso não seja, continue respondendo a ele normalmente, entregando e performando como o esperado, mas sonde demais áreas na companhia. Se houver espaço, UMA TENTATIVA DE SALVAR ESSA RELAÇÃO É DANDO FEEDBACK”, diz a executive coach.

NÃO FAZ QUESTÃO DE TRABALHAR NESSA COMPANHIA? BUSQUE ALGO NOVO

Se nada te atrai ali, com cautela (principalmente em um momento de crise, como o país vive agora), “pesquise o mercado, ligue o radar e BUSQUE UMA NOVA OPORTUNIDADE EM OUTRO LUGAR. Agora, caso você sinta a mesma dificuldade em outras empresas, é bom reavaliar se o problema não está em você”, ressalta Magda.

Foto: AntonioGuillem/istock

VEJA SE SEU DESCONTENTAMENTO NÃO ESTÁ FICANDO MUITO NÍTIDO E AGRAVANDO O QUADRO ENTRE VOCÊ E SEU CHEFE. FOTO: ANTONIOGUILLEM/ISTOCK

ANALISE SUAS PRÓPRIAS ATITUDES

Conhecer-se é a base para uma vida controlada por você mesma e não por emoções ou pensamentos perturbadores. “Qual é o seu perfil profissional? Como você age hoje? No que pode melhorar? Hoje, no mercado, O PROFISSIONAL BUSCADO TEM FLEXIBILIDADE, RESILIÊNCIA, UM BOM NETWORKING E INTELIGÊNCIA EMOCIONAL. Busque o que você precisa desenvolver para lidar com todos esses líderes que aparentemente não estão preparados. E se ele é assim, você não precisa ser! Mesmo desmotivada, faça sua entrega com qualidade e responsabilidade”, recomenda a coach, que também lembra: “quanto mais você aprende a lidar com chefes diversos, maior é o seu amadurecimento profissional. Saia do papel de vítima, você é autora da sua história”.

 

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar