Amor e Sexo

O HOMEM PERFEITO NÃO EXISTE! COMO ENTENDER ISSO E SER FELIZ NO AMOR

Muito se fala em homem ideal, par perfeito, etc., mas será que esses conceitos se aplicam à vida real? Há quem deixe passar ou jogar fora oportunidades de viver uma história interessante por se apegar a essa dita perfeição. Pensando nisso, conversamos com uma psicóloga que fala sobre essa busca e mostra como lidar com isso de modo que não atrapalhe sua vida sentimental a ponto de te impedir de ser feliz.

 

De acordo com a psicóloga Adriana Severine, especialista em terapia sexual, terapia cognitiva comportamental e psicodrama, “muitas mulheres acreditam que encontrarão o homem perfeito. Acontece que ele não existe, e, em cima dessa ilusão, cria-se um check list com características ideais, que inevitavelmente é aplicado ao ‘candidato da vez’. É aí que mora o perigo, para ela, não para ele, que fique claro”.

Acreditar que vai encontrar um homem que se encaixe em todas as qualidades que você acha perfeitas é pura ilusão. Foto: Jacob-Wackerhause/iStock

O que ele tem que ter

O check list varia de mulher para mulher, mas a psicóloga esclarece que essa listinha é criada por todas consciente ou inconscientemente. “Às vezes, perdemos a oportunidade de amar e ser amada, porque nosso pretendente não preenche todos os requisitos que deveria ter, conforme nossa idealização. Eles vão desde características físicas, jeito de ser, humor, educação, até o aspecto financeiro. Já vi casos em que a mulher rompeu o namoro porque o parceiro falava muito errado. Ele era alguém muito carinhoso, amoroso, dedicado, tinha uma situação financeira estável , mas ‘falar errado’ não era parte do príncipe que ela idealizou. Assim se foi uma chance de ser feliz!”.

Adriana ainda destaca o machismo, que pode influenciar sim essa lista: “além das crenças pessoais sobre o homem perfeito, tem ainda as criadas pela sociedade, em que o parceiro tem que ganhar mais que a mulher, ser mais velho, mais alto e por aí vai. Olhe seu companheiro, não sua lista de desejos”.

Mudando esse pensamento

Segundo a especialista, a primeira coisa a fazer para encontrar o amor é “rasgar” essa lista de desejos. “A partir daí, passe a olhar para o homem que está ao seu lado, buscando perceber como ele te trata, como você se sente quando está ao lado dele e realmente como ele é, e nunca compará-lo com seus desejos ilusórios”.

Defeitos

Mais uma vez, Severine destaca que “ninguém preencherá seu check list, pois ele fornece uma imagem irreal do ser humano. É aqui que entram os defeitos dele: analise todos e veja quais são aqueles que acha que não dá para conviver, que te incomodam, e os que conseguirá aceitar para ser feliz, que você olha e pensa ‘ah, faz parte’!”. Ela inclusive brinca que “a busca pelo homem perfeito foi uma invenção de alguém que preferia ver as pessoas sozinhas”.

É preciso se desprender de crenças limitantes e ilusórias para conseguir ser feliz de verdade no amor. Foto: master1305/iStock

É hora de libertar-se!

Você já sabe que deve desconstruir essa imagem do príncipe encantado, rasgar a lista de qualidades ideais, e tentar ver o outro como ele é de verdade, considerando os defeitos e pondo isso na balança com as qualidades dele o quanto ele faz você se sentir bem.

O grande segredo quando conhecemos alguém especial, “é usarmos de empatia para nos colocarmos do lado dele e enfrentar suas diferenças. Importante: nunca tente mudar o outro, a pior das ilusões é achar que há poder para isso. Ninguém muda se não quiser. Afaste-se dos homens inseguros, que não sabem o que querem e abra seu coração para conhecer um novo amor: alguém que lhe dê força, atenção e tempo disponível. Desenvolva, assim, a habilidade de ser feliz“, aconselha a psicóloga.

 

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar