Carreira & Finanças

Pessoas bonitas e bem arrumadas ganham maiores salários, diz estudo

Com relação aos homens, basta apenas que eles sejam naturalmente bonitos para que recebam mais benefícios no campo profissional

Acordar, escovar os dentes, tomar banho, passar hidratante pelo corpo, se pentear, fazer a maquiagem, montar o cabelo, escolher uma roupa legal, lançar mão de um perfuminho, comer alguma coisa e sair de casa. Ufa! É um tamanho esforço logo cedo, apenas para trabalhar, não é mesmo? Mas um ESTUDO lançado recentemente veio para mostrar que todo o tempo dedicado a esses cuidados faz com que o público feminino seja mais bem remunerado.

Análises feitas em conjunto pelas Universidades de Chicago e Califórina (nos EUA) provaram que a aparência ainda conta – e muito – no emprego: INDIVÍDUOS CONSIDERADOS MAIS ATRAENTES GANHAM, DE FATO, SALÁRIOS CERCA DE 20% MAIS ALTOS. Essa diferença, no entanto, pode ser “consertada” com um TOQUE MAIOR DE VAIDADE, para colocar tudo numa palavra só.

Pressão para se manter sempre bem apresentável é maior para as mulheres FOTO: thinkstock

PRESSÃO PARA SE MANTER SEMPRE BEM APRESENTÁVEL É MAIOR PARA AS MULHERES

Depois de checarem a correlação entre o aspecto visual e o holerite de 14 mil pessoas, os pesquisadores puderam concluir que, dentre os jovens na faixa etária de 24 a 32 anos, as profissionais que se empenharam no visual e em estarem sempre bem arrumadas obtiveram benefícios em função disso, como maiores chances de contratação e promoção (fora melhores proventos no final do mês).

Já para os homens, tais vantagens vieram devido ao fato de serem simplesmente bonitos. De acordo com um trecho da publicação, “ainda que as PREOCUPAÇÕES ESTÉTICAS tenham se tornado mais importantes para o público masculino, essa questão continua tendo um PESO MUITO MAIOR PARA AS MULHERES, POR CAUSA DOS RIGOROSOS PADRÕES CULTURAIS IMPOSTOS A ELAS”. 

 

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar