Carreira & Finanças

Presença online: saiba como a Internet pode ajudar o seu negócio a crescer e a prosperar

As mídias sociais, principalmente, são ótimos caminhos de divulgação do que se vende ou oferece como serviço

Se você já é um microempreendedor ou está planejando abrir o próprio negócio, a PRESENÇA NO MUNDO VIRTUAL PODE AJUDAR AS SUAS VENDAS A CRESCEREM. “Hoje o mercado está globalizado e não se tem noção, praticamente, de onde as empresas estão; às vezes, elas nem existem fisicamente”, coloca Sergio Dias, economista e consultor nas áreas de gestão da inovação e planejamento estratégico do SEBRAE, autor do LIVRO “INOVAR EM TEMPOS DE CRISE E FORA DELA, TAMBÉM”. “A forma mais efetiva de se comunicar, que atinge maior número de pessoas, é a internet”, afirma.

ENDEREÇO ELETRÔNICO

Para começar, você pode ter o seu site e dispensar o uso de uma sede, despesas com aluguel e maior quantidade de funcionários. O e-commerce (portal voltado para o comércio) figura como uma saída inteligente para as lojas. Fábio Ricotta, especialista em MARKETING DIGITAL DE PERFORMANCE, destaca que, para isso, é necessário uma integração entre o estoque de produtos e o que está, de fato, disponível: PLANEJAMENTO LOGÍSTICO E DE ENTREGA entram como pontos-chave a serem considerados.

Além do mais, é preciso boas margens de preço: “não adianta ter custos muito acima da concorrência, senão você não consegue superá-la”, explica. De acordo com ele, a diferença entre os grandes varejistas e os PEQUENOS E-COMMERCES é a possibilidade de ATENDER MAIS RAPIDAMENTE E CUSTOMIZAR O CONTATO COM O CONSUMIDOR, com propagandas mais pessoais e mais cupons de desconto, por exemplo.

Hoje em dia, você não precisa ter uma loja física para vender: isso pode ser feito pela internet FOTO: thinsktock

HOJE EM DIA, VOCÊ NÃO PRECISA TER UMA LOJA FÍSICA PARA VENDER: ISSO PODE SER FEITO PELA INTERNET FOTO: THINSKTOCK

EFEITO CASCATA

Uma simples PÁGINA EM UMA MÍDIA SOCIAL, NA QUAL VOCÊ POSSA ANUNCIAR O SEU EMPREENDIMENTO, tem bastante força e um efeito instantâneo, que vai aumentando exponencialmente entre aqueles que estão conectados a elas, coloca Dias. “Por causa daREPLICAÇÃO DA INFORMAÇÃO. Ainda mais se você estimula aqueles que leem o que você postou a compartilharem com os contatos deles também”. O único cuidado é não misturar o que é pessoal com o profissional, ele ressalta. Inclusive, nem é imprescindível gastar tanto dinheiro nesse aspecto, dependendo do seu objetivo: FACEBOOK, TWITTER, INSTAGRAM estão aí como prova. Claro que quando existe investimento é viável mensurar melhor os resultados de quantos indivíduos foram atingidos, quem eles são, quantos procuraram a sua empresa, clicaram na publicidade, etc.

PROFISSÕES CONECTADAS

Segundo Camila Porto, autora do LIVRO “FACEBOOK MARKETING” e criadora do treinamento online Facebook Essencial, ALGUMAS PROFISSÕES PODEM AUMENTAR A RENDA NAS REDES SOCIAIS: os COMERCIANTES DE ROUPA podem se beneficiar delas para DAREM DICAS DE MODA, ENSINAREM DIFERENTES COMBINAÇÕES, postarem conteúdo referente ao público-alvo. “Pois as pessoas vão valorizar a marca pelo que ela agrega as suas vidas”, reforça. Basta ter clareza de quem é o consumidor final e delimitar as publicações por região, preferências e sexo.

FABRICANTES DE ARTESANATO E BIJUTERIAS são outros que normalmente chamam a atenção nesses veículos. “Geralmente, os produtos por ele confeccionados são totalmente únicos e isso é uma forma de REDUZIR AS CHANCES DE TER CONCORRENTES”.

Aproveitar o engajamento dos seguidores para entender o que mais gostam é uma ótima maneira de lucrar mais. CORRETORES DE IMÓVEIS podem divulgar o que estão negociando, e responderem às dúvidas dos clientes sobre as casas que vão adquirir; fora que as opções deFOTOS E VÍDEOS 360°DO PRÓPRIO FACEBOOK facilitam a visualização do que está sendo oferecido. PROFESSORES DE IDIOMAS podem tirar proveito de FERRAMENTAS DE TRANSMISSÃO COMO O HANGOUT, DO GOOGLE, E SKYPE, sem precisarem se deslocar para darem as aulas. As COZINHEIRAS E DOCEIRAS, conforme a especialista, podem dar receitas e dicas para a cozinha, e receberem os pedidos e encomendas.

SINCERIDADE PURA

O compartilhamento de informações se dá de maneira rápida e exponencial nas redes sociais FOTO: thinkstock

O COMPARTILHAMENTO DE INFORMAÇÕES SE DÁ DE MANEIRA RÁPIDA E EXPONENCIAL NAS REDES SOCIAIS FOTO: THINKSTOCK

De qualquer maneira, a exigência é EMPREGAR A TRANSPARÊNCIA NO QUE SE DESEJA TRANSMITIR. “Com a mesma velocidade que uma coisa boa é divulgada, se ela não é verídica e está de acordo com o produto, também roda a internet muito depressa”, Dias pontua. Existem entidades através das quais é possível obter orientação sobre como direcionar melhor as campanhas nos espaços cibernéticos. O SEBRAE, justamente, é uma delas. Também, são vários os técnicos e freelancers individuais que se especializaram em tais atividades, sem que você tenha que contratar uma empresa para lhe prestar talserviço.

ONDE ESTAR?

E-commerce é uma boa alternativa para comercializar os seus produtos FOTO: thinkstock

E-COMMERCE É UMA BOA ALTERNATIVA PARA COMERCIALIZAR OS SEUS PRODUTOS FOTO: THINKSTOCK

Os LINKS PATROCINADOS FAZEM COM QUE O NOME DO SEU NEGÓCIO APAREÇA NOS PRIMEIROS LUGARES DAS BUSCAS. “Dependendo de como é a complexidade da mensagem e quantas vezes você quiser dispô-la, os preços podem variar. Só que é mais em conta que colocar uma comunicação em revista ou jornal”, o mesmo profissional aponta.  Até mesmo oLINKEDIN é uma oportunidade interessante de publicidade. “É como se fosse um currículo bem incrementado, no qual você fala dos seus cursos, trabalhos, experiências”, avalia. “E ele também te dá estatísticas de QUEM CONSULTOU O SEU PERFIL E ESTÁ TE PROCURANDO”. Sendo assim, as perspectivas de se fechar negócio, CONHECER NOVOS PARCEIROS e de ter retorno são muito maiores, já que o instrumento permite melhor compreensão do seu mercado e de quem tem os mesmos interesses que o seu. Apelo e linguagem adequados são essenciais aqui também.

 

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar