Dieta e Fitness

Quatro erros comuns que você comete com a alimentação pós-treino

Comer proteína demais ou se entupir de alimentos de baixa caloria são alguns deles

Não é segredo para ninguém que um corpo em forma é resultado do combo treino + descanso + alimentação saudável. Não adianta dormir bem e não faltar aos seus exercícios, se você escorrega na comida. E isso acontece muito na ALIMENTAÇÃO PÓS-TREINO, às vezes, até sem se dar conta. Ela acredita que está arrasando, mas na verdade, é bem ao contrário. Conheça alguns erros comuns e PASSE BEM LONGE DELES!

ERRO 1
DAR MÁXIMA IMPORTÂNCIA AO CONSUMO DE PROTEÍNAS

Muita gente acha que pode viver de frango e whey protein, e que eles são suficientes para que os músculos se desenvolvam. Mas de acordo com a NUTRICIONISTA MADALENA VALLINOTI, da Personal Diet Clínica Nutricional, “mesmo sendo um macronutriente de grande importância na construção e recuperação muscular, a proteína DEVE VIR ACOMPANHADA NA REFEIÇÃO PÓS-TREINO POR UMA FONTE DE CARBOIDRATOS, que pode ser composta por uma parcela de carboidratos de alto índice glicêmico (mel, cereais açucarados, etc.), carboidratos de índice glicêmico moderado (frutas) ou baixo índice glicêmico de carboidratos (cereais integrais, batata doce)”. Ela faz questão de ressaltar que “sempre que o consumo de proteínas for sem carboidratos, o organismo irá usar a proteína como fonte de energia. Logo, ela não vai para os seus músculos”.

Água de coco é o suficiente para repor as energias. Gelada? Melhor ainda! Foto: Jacob-Ammentorp-Lund/iStock

ÁGUA DE COCO É O SUFICIENTE PARA REPOR AS ENERGIAS. GELADA? MELHOR AINDA! FOTO: JACOB-AMMENTORP-LUND/ISTOCK

ERRO 2
HIDRATAÇÃO PÓS-TREINO COM BEBIDAS ISOTÔNICAS

Dependendo do tempo e da intensidade do seu treino, quanto maior a temperatura, maior será a transpiração, e consequente, mais alta a perda de líquidos. “Ainda assim, NÃO HÁ NECESSIDADE DE ISOTÔNICOS, pois eles contêm calorias (um perigo para quem quer emagrecer) e podem causar uma sobrecarga de minerais como sódio, potássio, cloreto. ÁGUA DE COCO é um excelente repositor de líquidos, e se estiver resfriada, a absorção é mais rápida”, explica a nutricionista.

ERRO 3

INGERIR EXCESSO DE ALIMENTOS DE BAIXAS CALORIAS

Algumas pessoas tem o hábito de comer alimentos de baixas calorias no pós-treino, mas abusam um pouco na quantidade. É aquele ditado: “de grão em grão, a galinha enche o papo”. De acordo com a profissional, isso é “perigoso, pois em alguns casos o exercício físico que foi realizado não despendeu tanta energia quanto a que está sendo consumida. Daí o resultado no emagrecimento, que por exemplo, NÃO ACONTECE OU DEMORA A ACONTECER”.

Foto: Pat_Hastings/iStock

NÃO É PORQUE SUA AMIGA USA E FAZ BEM PARA ELA, QUE O SUPLEMENTO VAI DAR O MESMO RESULTADO A VOCÊ. FOTO: PAT HASTINGS/ISTOCK

ERRO 4
CONSUMO INDISCRIMINADO DE SUPLEMENTOS NO PÓS-TREINO

Cada indivíduo tem uma necessidade e nem todo suplemento que sua amiga consome será indicado para você também. “Preste atenção, pois às vezes o consumo indiscriminado e sem orientação de um profissional habilitado, PODE PREJUDICAR O ÊXITO DE ALCANÇAR SEUS OBJETIVOS NA COMPOSIÇÃO CORPORAL. Seja para emagrecer, definir ou hipertrofiar, como: consumir calorias a mais, consumir nutrientes (vitaminas e minerais) em quantidades aquém de suas necessidades, consumir tipos de gorduras que estão ‘na moda’ mas para os seus objetivos não é indicado, consumir excesso de proteínas, e assim sobrecarregar o seu fígado e rins, por exemplo. CONSULTE SEMPRE UM NUTRICIONISTA OU MÉDICO”, lembra Vallinoti.

 

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar