Carreira & Finanças

Quem segue estes passos não passa vexame ao falar em público

Confira como evitar prejuízos ao fazer uma apresentação em público

Após as boas-vindas, os devidos cumprimentos, apresentação curricular, o apresentador do evento dirige o microfone ao entrevistado, ao palestrante.  O público tem aquele brilho nos olhos, à espera de palavras educativas.

Tensão à flor da pele, uma piada impensada no início, gestos estranhos, básicos desvios gramaticais, pouca didática na exposição, o palestrante ouve tímidos aplausos ao fim. Resultado: frustração maior (quando o profissional percebe a decepção de seu público, causada por tantos ruídos).

Para evitar prejuízos (eliminá-los praticamente), é preciso prever a oportunidade futurística. Muitos profissionais passam a conhecer o palco, quando existe uma plateia à frente, no grande “teste” de sua vida. São raras as pessoas que fazem como atrizes, bailarinos, artistas, ou seja, encaram o ensaio como caminho fundamental ao sucesso de uma apresentação.

Antes do ensaio, existe o primeiro contato com o texto, o reconhecimento de cada “esquina” vocabular, como plurais, inversões, sentido,  possíveis prolixidades, exemplos concretos, dúvidas, vocabulário.

Depois desse reconhecimento do “roteiro”, inicia-se uma seriíssima organização de tudo que será exposto no palco. Algumas peças investem meses e meses na preparação. Mesmo assim, a estreia é sempre um momento cuidadoso, por mais décadas e décadas de experiência daquele elenco.

No mundo corporativo, quantas marcas, ideias e pessoas já perderam preciosas oportunidades, uma vez que não estabeleceram uma estratégia comunicativa?

Quem faz uso da palavra, pode usar o gravador do telefone celular, já se colocando como entrevistado (com o tempo, sugiro até que seja criado seu próprio podcast). Para o trabalho trazer evolução, é válido ter uma programação temática, evitando assim  improvisos ou ausência de ideia.

Ouça sua própria voz, não tenha receio de expor seus pensamentos, principalmente se tudo o que você pratica tem base científica ou obedece a uma referência bibliográfica reconhecida.

Sempre que puder, tenha acesso a um palco; no primeiro momento, sem plateia alguma, treinando muito. Estude, se possível, em cursos sobre Expressão, Teatro, Dança e Negociação. Ah! Conheça a força de Figurino, Fotografia e Cenário. Toda pessoa consciente sobre Imagem e Estilo, promovendo-se o autoconhecimento, chega além. Chega além e com segurança.

Por fim, escreva bem e ganhe autoridade. Para isso, o trabalho diário, o respeito à poesia em Língua Portuguesa e à norma gramatical: esse cuidado com as sentenças criadas gerará clareza, concisão e organização.

Um grande abraço, até a próxima e inscreva-se no meu canal!

DIOGO ARRAIS

http://www.ARRAISCURSOS.com.br

YouTube: MesmaLíngua

Autor Gramatical pela Editora Saraiva

Professor de Língua Portuguesa

Fundador do ARRAIS CURSOS

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar