Comportamento

Seis dicas para passear à vontade com o seu pet no verão

Não há dúvidas de que os animaizinhos de estimação são nossos companheiros fiéis. Porém, há que se redobrar a atenção e tomar mais cuidado com certas atitudes cotidianas, que acabam passando despercebidas. A DRA. FABIA CARBALLEIRA, veterinária da Clínica Pataki Patakolá, conta como preservar a saúde dos pets e curtir o verão com tranquilidade e sem problemas ao lado deles:

NADA DE SAIR COM O SOL ESCALDANTE

“O ideal é passear bem cedo, ANTES DAS 10H, OU DEPOIS DAS 16H.” A veterinária faz uma ressalva para os donos de cachorros de RAÇAS BRAQUICEFÁLICAS, aqueles de focinho curto, que têm MAIS DIFICULDADE DE RESPIRAR: “deve-se evitar sair até mesmo nesses horários, caso a temperatura esteja muito alta”.

Vale lembrar que os animais estão descalços e que O ASFALTO É SEMPRE MUITO QUENTE; “os coxins, as almofadinhas nas patas, podem sofrer queimaduras e isso é perceptível quando eles começam a mancar e a lambê-los”.

Encurte o caminho assim que notar que o cão esta muito ofegante e leve-o para um lugar fresco e ventilado. Acalme-o, dê bastante água e espere a temperatura corporal baixar.

ATENÇÃO AOS PROBLEMAS DE PELE

Nessa época do verão, aumenta a infestação de pulgas e carrapatos, explica a Dra. Fabia, o que pode levar a problemas como dermatites de pele e alergia causadas por fungos. Ela recomenda o USO DE PROTETOR SOLAR ADEQUADO, PRINCIPALMENTE EM ANIMAIS DE PELAGEM BRANCA.

BANHO E TOSA

A FREQUÊNCIA DE BANHOS PODE SER MAIOR nos períodos de calor constante, desde que com xampu apropriado para isso. A tosa mais baixa é outro fator contribuinte para que o animal fique fresco e aliviado.

VIAGENS PARA A PRAIA

“É primordial se lembrar de ADMINISTRAR O MEDICAMENTO PARA PREVENIR A DIROFILARIOSE, vulgarmente conhecida como doença do coração, antes de qualquer viagem para a praia. É comum notar maior incidência de mosquistos nessa regiões, que transmitem a doença pela picada”.

Os sintomas podem demorar meses ou anos para aparecer, por isso a prevenção como segurança.

VACINAS

VACINAS EM DIA, para entrar na estação aproveitando tudo de melhor!

ÁGUA, MUITA ÁGUA, O TEMPO TODO!

“Ofereça ÁGUA FRESCA EM ABUNDÂNCIA para o seu pet; troque-a mais vezes e LAVE BEM O POTINHO ao fazer isso, até mesmo pelas questões sanitárias da família, com aCONTAMINAÇÃO DA DENGUE”, reforça a doutora.

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar