Carreira & Finanças

Sem vaga de emprego temporário? Três passos te ajudam a ter uma renda extra nesse fim de ano

Escolher o produto ou serviço, definir preço e divulgar seu trabalho são o caminho para o sucesso

O final do ano está chegando, e por conta da atual situação econômica do país, a oferta de EMPREGOS TEMPORÁRIOS pode ser menor que em outros anos. Como uma RENDA EXTRA é sempre bem-vinda, felizmente você ainda tem a opção de trabalhar por conta própria, seguindo esse passo a passo simples:

Ao escolher com o que vai trabalhar, olhe primeiro para os seus talentos. Foto: SIphotography/istock

AO ESCOLHER COM O QUE VAI TRABALHAR, OLHE PRIMEIRO PARA OS SEUS TALENTOS. FOTO: SIPHOTOGRAPHY/ISTOCK

ESCOLHA COM O QUE TRABALHAR

O primeiro passo é analisar a situação e DEFINIR QUAL O PRODUTO OU SERVIÇO VOCÊ PODE OFERECER. Existem diferentes caminhos a seguir, mas começar pensando nos próprios talentos é um bom caminho. “Muitas vezes você não percebe que sabe fazer algo bem e pode ganhar dinheiro com isso. Além disso, PRESTE ATENÇÃO NO QUE ESTÁ ACONTECENDO AO SEU REDOR: o que as pessoas estão precisando? No que elas estão dispostas a investir? Pode ser algo sazonal como comidas típicas de fim de ano, presentes personalizados, serviço de decoração ou serviços e produtos que têm procura durante o ano inteiro como passeadores de cães, marmitas ou lanches saudáveis, organização de armários, etc. O mais importante é escolher um ofício que você possa realmente fazer, pois O MERCADO SEMPRE EXIGE QUALIDADE”, explica a COACH CAROLINA VALIS, DA SBCOACHING.

Produto definido. O que fazer agora?

Foto: DragonImages/istock

PONHA NO PAPEL TODOS OS POSSÍVEIS CUSTOS DESSA NOVA ATIVIDADE. FOTO: DRAGONIMAGES/ISTOCK

DEFINA O PREÇO

Assunto delicado, não é? Você não pode cobrar muito alto e nem muito baixo, mas como achar esse meio termo? De acordo com a profissional, “não precisa ser difícil, basta estar atenta a uma regra básica: O PREÇO DEVE SER O SUFICIENTE PARA COBRIR TODOS OS CUSTOS E AINDA TE DAR UMA REMUNERAÇÃO (LUCRO). É muito importante que você saiba exatamente quais são os custos envolvidos: materiais, embalagens, transporte, energia elétrica, propaganda, internet, etc. E também é fundamental que você estabeleça o quanto quer ganhar. Sempre é bom fazer uma pesquisa de mercado para checar se o teu preço é competitivo, para isso pesquise pessoas que trabalham com o mesmo produto ou serviço e quanto elas cobram, mas isso é para ter uma ideia de mercado, NÃO ADIANTA USAR O PREÇO DEFINIDO POR OUTRA PESSOA SEM SABER SE ELE SERÁ O IDEAL PARA VOCÊ”.

Produto e preços definidos? Agora é partir para o…

Ponha seu trabalhona mão dos seus amigos. Comece por ele para apresentar e divulgar sua nova atividade. Foto: jacoblund/istock

PONHA SEU TRABALHONA MÃO DOS SEUS AMIGOS. COMECE POR ELE PARA APRESENTAR E DIVULGAR SUA NOVA ATIVIDADE. FOTO: JACOBLUND/ISTOCK

MARKETING

É hora de fazer com que as pessoas conheçam o seu trabalho. A boa notícia é que existem muitas maneiras de fazer isso com investimento pequeno. “A primeira forma é UTILIZANDO A PRÓPRIA REDE DE CONTATOS. Peça ajuda para a família, amigos e vizinhos e use as redes sociais a seu favor. POSTE FOTOS DOS PRODUTOS, FALE SOBRE OS SERVIÇOS, MONTE UMA PÁGINA. Uma boa estratégia é sempre pensar como quem consome o produto ou serviço, saber onde estas pessoas buscam informações. Exemplo: se você é passeador de cães, vá aos pet shops da sua vizinhança e apresente seu trabalho (sempre é bom deixar cartões para que as pessoas possam entrar em contato). NÃO TENHA VERGONHA DE FALAR COM AS PESSOAS, mas tenha bom senso para não se tornar um incômodo. Lembrem-se que cliente satisfeito é a melhor propaganda, SEJA CUIDADOSO, ATENCIOSO E SEMPRE ENTREGUE O QUE PROMETEU COM PONTUALIDADE E QUALIDADE”, recomenda a coach.

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar