Amor e Sexo

Você sabe reconhecer maus-tratos psicológicos no relacionamento? Saiba o que fazer

Se você embarcou em uma relação, é porque quer ser feliz. Só que muitas mulheres estão passando longe dessa sensação (e grande parte nem percebe) por conta de parceiros que as maltratam psicologicamente. Pensando nisso, a psicóloga Adriana Severine, especialista em terapia sexual, terapia cognitiva comportamental e psicodrama, identifica os momentos em que essa tortura acontece, e, claro, orientasse como sair dessa.

Ele mina sua autoconfiança

Uma das características do parceiro que maltrata sua companheira é o fato de ele ser extremamente manipulador. “Ele faz com que você acredite que tudo o que dá errado é culpa sua, e te ridiculariza a ponto de fazer você duvidar de sua própria capacidade intelectual“, aponta Adriana.

Você estão juntos, mas sua própria presença não é o suficiente para que ele se importe ou se interesse por você ou pelo momento. Foto: Astarot/iStock

Ele não se interessa por você

Segundo a psicóloga, ele não tem interesse por nada que não diga respeito a ele mesmo ou que o afete de alguma forma. “Por conta de seu egocentrismo, se você pede ajuda, como ele considera que não lhe diz respeito, simplesmente ignora ou te acusa de estar incomodando à toa. Se for algo sério, como problema de saúde, poderá ajudar, mas provavelmente cobrará esse favor para o resto da vida!”

Ele te humilha

Os parceiros que agem desse modo costumam ter baixíssima autoestima. “Ele humilha a companheira sempre que possível quando acha que ela fez pouco dele e o desrespeitou. Se realmente acreditar nisso, poderá até se tornar violento”, alerta a especialista.

Ele vai fazendo você acreditar que seu papel é o de submissa

De acordo com a profissional, “ele vai aos poucos internalizando os estereótipos de gênero de uma forma antiga e tradicional, em que o papel da mulher era servir, obedecer e sorrir. Ele te desvaloriza pela forma como você arruma sua casa e cuida de seus filhos, e fará pouco se trabalhar fora, sempre tentando te diminuir”.

Se logo no começo da relação você perceber que ele faz piadinhas que te diminuem, e isso te incomoda, já pule fora! Foto: Anetlanda/iStock

Como lidar com essa situação

Abra os olhos!

A psicóloga afirma que esse comportamento não demora muito a aparecer. “Se perceber que, de repente, seu namorado começou a fazer pouco de você, em tom de piada, mas que isso te magoa, fique alerta! Comece a prestar atenção em como ele está te tratando e em como se sente em relação a isso“.

Cuidado com a autossabotagem

Adriana é muito clara na recomendação: “Não arrume desculpas! Não é porque ele está com um problema sério que pode começar a dizer que tudo é sua culpa, passar a desrespeitá-la, descontar em você. Com o tempo a tendência é piorar. Não se case achando que, com o casamento, ele mudará, pois, se isso acontecer, é para pior. Esse perfil de homem não tem cura, a menos que reconheça seu problema e vá fazer terapia. Tenha em mente que há muitos outros rapazes que podem ser uma oportunidade de bacana, então não tenha medo de terminar e ficar sozinha!”.

Tá difícil sair dessa?

A psicóloga orienta que, caso você não consiga sozinha, o ideal é “pedir ajuda da família e dos amigos para apoiá-la, e também procurar ajuda de um psicólogo. Apesar de todo o mal que ele lhe causa, se ainda o amar, sofrerá com o término e precisará de todo apoio possível para não voltar a essa relação abusiva”.

Comente isso

Seu e-mail não aparecerá no comentário.

Você vai gostar